1xbet - güvenilir canlı casino - begeni satin al - su kaçağı tespiti - dosya upload - netflix hesap satin al - office 365 satin al - android oyun - bahis siteleri - casino siteleri - güvenilir poker siteleri - casino sitesi - casino giriş - kaçak iddaa - türk porno - esmer sex
Consumo de cerveja deve aumentar 40% em bares e restaurantes durante onda de calor
< Voltar para notícias
215 pessoas já leram essa notícia  

Consumo de cerveja deve aumentar 40% em bares e restaurantes durante onda de calor

Publicado em 20/11/2023

Captura de Tela 2023-11-19 a?s 20.35.27.png

Alta nas temperaturas pode gerar um crescimento médio de 20% no faturamento desses estabelecimentos, apontam estimativas da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes

Desde o começo da onda de calor que atinge o país, as temperaturas quase superaram as marcas históricas computadas pelo Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) desde o início das medições. Na segunda-feira, 13, por exemplo, os termômetros registraram temperatura de 37,7º C no mirante de Santana, na Zona Norte, configurando o dia mais quente de 2023 na cidade de São Paulo. Para fugir do calor, que perdura mesmo à noite, os paulistanos tem procurado bares e restaurantes para se refrescar à base de cerveja gelada. De acordo com as estimativas da Associação Brasileira de Bares de Restaurantes (Abrasel), o consumo de cerveja deve aumentar até 40% por causa da onde de calor, o que pode gerar um crescimento médio de 20% no faturamento desses estabelecimentos. No entanto, o ideal é não abusar da cerveja com temperaturas tão altas, pois o álcool causa desidratação. A recomendação do Ministério da Saúde para se proteger deste calor é beber muita água, usar protetor solar e evitar sair no horário de pico do sol, entre 10h e 16h. 

De acordo com o Inmet, ao menos 13 Estados tem sido atingidos pela onda de calor. São eles: Paraná, São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Minas Gerais, Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Pará, Amazonas, Rondônia e Bahia. Além deles, o Distrito Federal também é afetado. O grau de severidade do alerta é de “grande perigo”, apresentando risco à saúde da população  com temperaturas que chegaram a ao menos 5ºC acima da média. No entanto, a tendência é que as temperaturas diminuam a partir desta sexta-feira, 17, com a chegada de uma frente fria. A onda de calor será amenizada com as chuvas que devem atingir as regiões mais próximas do Sul do país, com as temperatura voltando para perto das médias históricas. A Defesa Civil do Estado de São Paulo emitiu um alerta para fortes pancadas de chuva entre sexta e domingo, 19, com possibilidade de raios, chuvas de granizo e rajadas de vento intensas.

Fonte: Jovem Pan - 17/11/2023

215 pessoas já leram essa notícia  

Notícias

Ver mais notícias

Perguntas e Respostas

Ver mais perguntas e respostas