1xbet - güvenilir canlı casino - begeni satin al - su kaçağı tespiti - dosya upload - netflix hesap satin al - office 365 satin al - android oyun - bahis siteleri - casino siteleri - güvenilir poker siteleri - casino sitesi - casino giriş - kaçak iddaa - türk porno - esmer sex
Abono salarial PIS Pasep: R$ 535 milhões podem ser sacados neste ano
< Voltar para notícias
182 pessoas já leram essa notícia  

Abono salarial PIS Pasep: R$ 535 milhões podem ser sacados neste ano

Publicado em 17/11/2023

Captura de Tela 2023-11-17 a?s 10.04.46.png

Ao todo, 540.892 trabalhadores podem retirar o montante

Mais de 540 mil trabalhadores ainda não sacaram seu montante do abono salarial PIS/Pasep , calendário 2023 e ano-base 2021, com isso, R$ 535,78 milhões seguem na conta do fundo até o dia 28 de dezembro deste ano. 

O pagamento se deu mensalmente, até o dia 17 de julho, quando o último lote foi pago. No entanto, muita gente não resgatou o valor na data. Agora esses trabalhadores têm até o fim do ano para pedir o montante, ou aguardar o próximo calendário, que ainda não foi definido pelo governo federal. 

O PIS (Programa de Integração Social), pago pela Caixa a 21,7 milhões de trabalhadores da iniciativa privada, depositou, entre fevereiro e julho, um total de R$ 21,6 bilhões.

"Do total das parcelas disponibilizadas para pagamento, cerca de 87,5 mil parcelas ainda não foram recebidas pelos beneficiários, totalizando o valor aproximado de R$ 74,7 milhões", afirmou o banco em nota.

Segundo as regras do programa, os valores que não forem resgatados retornam ao FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador).

Já o Pasep (Programa de Formação do Patrimônio do Servidor Público), pago pelo Banco do Brasil a servidores públicos, previu o pagamento de R$ 24,7 bilhões para 23,9 milhões de beneficiários. 

O valor do abono salarial varia de R$ 110 a R$ 1.320, conforme a quantidade de meses trabalhados pelo beneficiado durante o ano-base de 2021. Ou seja, se foi um mês trabalhado, é pago R$ 11, dois meses, R$ 220 e assim por diante. 

Quem tem direito: 

PIS:

  • Ter registro em carteira por, no mínimo, 30 dias no ano-base (o ano considerado para o cálculo do benefício);
  • Receber remuneração média de até dois salários mínimos no período trabalhado;
  • Estar inscrito no PIS há pelo menos cinco anos;
  • Ter os dados informados corretamente pelo empregador na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

PASEP:

  • Ser servidor público ou empregado de empresa pública;
  • Ter recebido remuneração média de até dois salários mínimos no período trabalhado;
  • Estar inscrito no PASEP há pelo menos cinco anos;
  • Ter os dados informados corretamente pelo empregador ou órgão público na Relação Anual de Informações Sociais (RAIS).

Como consultar

PIS (na internet):

  • Acesse o site oficial da Caixa Econômica Federal: Consultar PIS;
  • Clique na opção de consulta ao PIS;
  • Informe o número do NIS (Número de Identificação Social) ou utilize seu CPF, data de nascimento e nome completo;
  • Siga as instruções na tela para visualizar se você possui direito ao abono salarial.

PASEP (na internet):

  • Acesse o site oficial do Banco do Brasil: Consultar PASEP;
  • Clique na opção de consulta ao PASEP;
  • Informe o número de inscrição no PASEP ou utilize seu CPF, data de nascimento e nome completo;
  • Siga as instruções na tela para verificar se há algum valor disponível para saque.

PIS (por telefone):

  • Entre em contato com a central de atendimento da Caixa Econômica Federal pelo número 0800 726 0207 e siga as orientações para consultar o abono salarial do PIS.

PASEP (por telefone):

  • Entre em contato com a central de atendimento do Banco do Brasil pelo número 0800 729 0001 e siga as orientações para consultar o abono salarial do PASEP.

Consulta presencial

Você também pode ir pessoalmente a uma agência da Caixa Econômica Federal (para o PIS) ou do Banco do Brasil (para o PASEP) com seus documentos pessoais para realizar a consulta diretamente no atendimento ao cliente.

Fonte: economia.ig - 17/11/2023

182 pessoas já leram essa notícia  

Notícias

Ver mais notícias

Perguntas e Respostas

Ver mais perguntas e respostas