Saiba como fazer para seu carro consumir menos combustível
< Voltar para notícias
1022 pessoas já leram essa notícia  

Saiba como fazer para seu carro consumir menos combustível

Publicado em 05/04/2019 , por Fabio Perrotta Jr.

Pequenas atitudes ao volante podem representar economia de até 30%

Rio - Você sabia que a forma que você dirige seu carro influencia no seu gasto mensal com gasolina? Pois é, simples atitudes atrás do volante podem representar de 25% até 30% de economia no consumo médio do automóvel. Desta forma, de nada adianta comprar o modelo mais econômico do mercado se a forma como ele é dirigido não for favorável.

O engenheiro mecânico Renato Passos conta que a primeira dica é estar com o carro sempre revisado. A manutenção correta melhora - e muito - a eficiência energética. "É sempre importante que se mantenha a manutenção em dia de seu veículo. Filtros novos e de qualidade comprovada sufocam menos o motor, permitindo admissão de ar de forma mais eficiente. O óleo trocado no prazo correto e dentro das especificações devidas deixa o propulsor mais solto".

A recomendação para troca do filtro de ar e do óleo varia de fabricante para fabricante, sempre especificada no manual do veículo. Em média, a troca do elemento filtrante deve ser feita a cada 15 mil quilômetros em caso de uso normal.

Se o trajeto diário envolver muito congestionamento, esse prazo diminui drasticamente por conta da poluição proveniente dos gases dos carros parados à frente. Nestes casos, recomenda-se a troca a cada seis meses para evitar perda de eficiência na admissão do ar. Já o óleo deve seguir sempre a recomendação do manual, tanto o prazo quanto a especificação.

O engenheiro alertou também para a troca das velas, sempre de acordo com a quilometragem recomendada pelo fabricante. Em sua maioria, duram 20 mil quilômetros. Contudo, recomenda-se uma verificação a cada 10 mil quilômetros. "Isso é importante para verificar se a peça ainda está em bom estado e produz a centelha necessária para a combustão. Um carro bem cuidado sempre trará vantagens: quando os sistemas mecânicos colaboram, o motor sofre menos para movimentar o automóvel", explica.

Outro ponto que contribui para uma melhora na eficiência energética é o tráfego. É fato que os carros consomem mais combustível em engarrafamentos. Então, se possível, opte por horários alternativos, fora do congestionamento típico da hora do rush. Com as ruas mais livres, o motor trabalha em um regime idela, com giros mais baixos e constantes. 

Veja como melhorar sua condução e economizar combustível:

1 - A famosa "banguela" não economiza combustível nos veículos modernos. Dessa forma, colocar o câmbio em ponto morto em descidas não ajuda em nada. Isso acontece pois o sistema de injeção eletrônica, mesmo ao detectar que o pedal do acelerador não está acionado, continua jogando combustível. Em contrapartida, com o carro engatado, o veículo recupera parte da energia cinética, o popular "embalo". Sendo assim, em descidas, deixe o câmbio engatado e use o freio-motor.

2 - Quando os pneus se encontram abaixo da calibragem ideal, eles aumentam a área de contato com o solo, demandando maior energia para serem movimentados. E de onde vem esta energia extra? Exatamente: de uma quantidade de combustível além do necessário

3 - Livre-se do peso. Não é mais fácil empurrar uma cadeira de plástico do que uma de metal? Isso se dá porque a força exercida é proporcional ao peso do objeto movido. Assim, quanto menor o volume de itens desnecessários em seu carro, menor o peso que ele carrega - e menos esforço ele demanda. Evite andar com o porta-malas lotado de tralhas e objetos desnecessários. Verifique a carga útil máxima do veículo, ou seja todo o peso que ele pode carregar considerando passageiros e bagagens. E nada de tirar o estepe, hein?

4 - Evite acelerações bruscas: pise de forma suave no acelerador, mesmo em ultrapassagens ou retomadas. Quanto mais bruto o movimento do pedal, mais combustível é injetado em uma fração de segundos, já que o motor "entende" que ele precisa de força de forma instantânea - e, por conta disso, o consumo aumenta.

5 - Ligar o ar provoca, sim, maior gasto de combustível nas cidades, algo em torno de 10 a 20%. O gasto é pequeno se comparado ao conforto, principalmente no Rio. Porém, na estrada ou até mesmo em vias expressas, andar com os vidros abertos a mais de 80 km/h interfere na aerodinâmica do carro. Isso vai fazer que gaste mais com os vidros abertos do que se estivesse com o ar ligado porque a entrada lateral de vento vai interferir no rendimento.

Fonte: O Dia Online - 05/04/2019

1022 pessoas já leram essa notícia  

Notícias

Ver mais notícias

Perguntas e Respostas

Ver mais perguntas e respostas