Propostas milagrosas, ofertas de salários muito acima da média do mercado ou a garantia de uma vaga mediante pagamento antecipado podem ser armadilhas
< Voltar para Dicas Úteis - Cuidado com os Golpes
4834 pessoas já leram essa notícia  

Propostas milagrosas, ofertas de salários muito acima da média do mercado ou a garantia de uma vaga mediante pagamento antecipado podem ser armadilhas

DIONARA MELO

A frase que titula essa matéria deve soar como alarme a cada proposta milagrosa de emprego que surgir a sua frente, seja por e-mail, anúncios ou propostas.

Salário extraordinário e cargo medíocre não combinam. Empresas de recolocação no mercado que afirmam garantir uma vaga em troca de pagamento antecipado também devem fazer soar o alarme. Outra armadilha no caminho são as propostas de intercâmbios de trabalho no Exterior oferecidos sem maiores garantias. Mas é claro que existem honestos e desonestos, como em qualquer outro mercado. Aprenda a separar o joio do trigo, e evite enrrascadas em sua vida profissional.

Assim como existem golpistas especializados no bilhete premiado, também se multiplicam aqueles que se dedicam a explorar o desespero dos desempregados. Desconfiar é a palavra-chave para não ser atraído a uma armadilha, ensina o italiano Lorenzo Parodi, autor do site Monitor das Fraudes e de livro sobre o tema. Ele recomenda atenção a ofertas de altos salários sem maiores exigências e reconhece a dificuldade em punir esses crimes

- Não falta dinheiro para golpistas pagarem um bom advogado para livrá-los de processos. E como mudam freqüentemente de endereço, se tornam escorregadios à captura e à cobrança dos prejuízos - justifica o consultor.

A Internet é outro terreno fértil à proliferação de pseudo oportunidades. Por e-mails ou sites, se reproduzem em larga escala ofertas milagrosas de emprego ou de cursos profissionalizantes. Para não cair em cilada, vasculhe a vida pregressa da empresa. Na dúvida, recue.

( dionara.melo@zerohora.com.br )

Saiba mais

Em busca de uma oportunidade, os jovens procuram se qualificar em cursos de aperfeiçoamento. Mas em vez da satisfação de um item a mais no currículo, o resultado pode ser uma tremenda dor de cabeça se a instituição não existir legalmente. Outro armadilha pode estar em oportunidades muita atrativas no Exterior. Para ajudar você a separar o que é real do que é ilusão, especialistas dão dicas:

Gilberto Stümer, coord. do Dep. de Direito do Trabalho da PUC

Proposta de emprego

- Descubra a idoneidade de quem é o responsável pelo processo de recolocação

- Não pague para participar de uma seleção

- Uma vez admitido, não comece a trabalhar antes de ter o registro em carteira e todos os exames feitos tanto aqui no país quanto no Exterior
Curso supletivo ou de profissionalização

- Verificar se a instituição é reconhecida na Coordenadoria de Educação de sua região

- No caso de universidade, o caminho é o Ministério da Educação

- Procurar pelo nome da empresa ou instituição em sites de "buscas", e ver o que aparece sobre ela
Gerson Silva, vice-presidente de Marketing da Associação Brasileira de Recursos Humanos
Desconfie de e-mails que oferecem oportunidades muito boas, rápidas ou que peçam variados dados pessoais

Solicite contato telefônico e marque um encontro presencial e duvide do que foge à rotina, ao mercado e da sua profissão

Maura Leão, diretora de Operações da Brazilian Educational & Language Travel (Belta) e diretora do Yazigi Travel

Intercâmbio

- Busque informação sobre a empresa que está intermediando a contratação

- Peça por referência de alunos que já fizeram o mesmo programa

- Fale com a embaixada do respectivo país e confira se as informações divulgadas são as mesmas exigidas oficialmente

fonte: Jornal Zero Hora, 10 de dezembro de 2006

4834 pessoas já leram essa notícia  

Notícias

Ver mais notícias

Perguntas e Respostas

Ver mais perguntas e respostas