Golpe do ′Saia do SPC e SERASA sem pagar as dívidas′
< Voltar para Dicas Úteis - Cuidado com os Golpes
16372 pessoas já leram essa notícia  

Golpe do ′Saia do SPC e SERASA sem pagar as dívidas′

Se você procurar em sites de pesquisa como Google ou Yahoo por palavras como "sair do SPC e SERASA" vai encontrar “anúncios milagrosos” dizendo que têm a fórmula mágica para tirar seu nome do SPC e SERASA em poucos dias, e melhor: “sem precisar pagar seus débitos” e “legalmente” .

Cuidado: É tudo mentira! Essas pessoas que anunciam esses “milagres” não passam de aproveitadores querendo tirar o seu dinheiro.

Se fosse tão fácil certamente seria o melhor negócio do Brasil, todas as pessoas já estariam com o nome limpo, os bancos estariam desesperados e SPC e SERASA, que são empresas privadas e que obtém lucros dos seus cadastros e das consultas, não teriam faturamento de bilhões de reais ao ano.

Nós, do site SOSConsumidor.com.br, compramos alguns desses “manuais milagrosos” e recebemos alguns de visitantes do site que caíram no golpe.

Impressionante: são todos iguais!

No total o “manual do milagre de tirar o nome do SPC e SERASA em poucos dias e sem pagar as dívidas” tem cerca de 20 páginas e ensina “dicas e macetes” errados e/ou criminosos, pois incentivam a entrar com processos inventando mentiras, além de forjar e alterar documentos públicos para fins de tirar seu nome do SPC e SERASA.

Fórmulas “mágicas” que não ajudarão em nada o devedor, ao contrário, podem prejudicar, e muito!

Estes “manuais” afirmam que você pode entrar com uma “OBRIGAÇÃO DE FAZER” nas Pequenas Causas, contra o seu credor simplesmente alegando que “desconhece a dívida” e que “ficou surpreso com a cobrança” que assim o juiz irá lhe dar uma liminar para que seu nome saia do SPC e SERASA e orienta que você não compareça a audiência.

Porém, a orientação e a explicação dada é errada e o resultado não será aquele que anuncia!

Na prática, a grande maioria dos juizes não dá liminares para retirar o nome do SPC e SERASA apenas com a alegação de que o devedor “desconhece a dívida”. Eles aguardam a audiência de conciliação, em média de 10 a 30 dias após o ajuizamento da ação, para verificar a documentação que o credor possui em relação à dívida.

Mesmo assim, se o juiz der a liminar para retirar o nome do devedor do SPC e SERASA isto será temporariamente, ou seja, até a data da audiência (normalmente entre 10 a 30 dias) pois, na própria audiência, o credor (loja, banco, cartão etc) trará documentos que provam a existência da dívida (contrato assinado pelo devedor, cheque, faturas etc) e o seu nome vai voltar a ser inscrito no SPC e SERASA, além do que, poderá ser condenado ao pagamento das custas processuais.

Outro “ensinamento” é para criar ou alterar documentos públicos (certidões, ofícios judiciais, etc) usando programas de computador para edição de imagens, alterando dados, datas, etc, o que é crime!

Nestes casos, o crime é facilmente descoberto e além do devedor voltar a ter seu nome incluído no SPC e SERASA vai responder a processo criminal por fraude.

Esses estelionatários normalmente têm sites “bonitos” com imagens de pessoas felizes e trazem mensagens confortantes, fazendo você acreditar que o produto vendido é um verdadeiro “milagre”, um lançamento nunca antes visto e que pode, realmente, tirar seu nome do SPC e SERASA em poucos dias e o melhor, “sem pagar as dívidas”.

Eles usam sites com domínios de fora do país (.com, .net, etc) para dificultar que as autoridades possam identifica-los e tirar o site do ar.

Um desses estelionatários estava vendendo o seu “manual” por R$ 9,90. Porém, viu o retorno que teve e agora está vendendo a R$ 49,90, o mesmo manual, sem mudar uma letra!

Também há ofertas de pessoas e empresas que anunciam na internet, nos jornais e rádios que excluem o nome do SPC e SERASA em poucos dias.

Alguns alegam que vão entrar com um processo na justiça, outros dizem que tem parceria com funcionários que têm acesso as senhas do SPC e SERASA e conseguem excluir os cadastros negativos, enfim as explicações são as mais variadas.

Porém, na prática, o que eles fazem é cobrar uma "taxa", que normalmente varia de acordo com o tamanho das dívidas da pessoa (pode ser de R$ 50 ou até de R$ 1.000,00) e simplesmente não excluem os registros, mas ficam com o dinheiro do consumidor.

Eles se aproveitam da ingenuidade e desespero das pessoas que têm seus nomes registrados no SPC e SERASA, e que vêem no anúncio uma “salvação”, para vender sua “fórmula mágica” e faturar alto à custa de pessoas desavisadas.

Portanto, muito cuidado! Assim como não existe dinheiro fácil, não existe nenhuma “fórmula mágica” para tirar seu nome do SPC e SERASA em poucos dias e sem pagar as dívidas!

O que existe são espertalhões querendo ganhar o seu dinheiro facilmente, "vendendo" o que não existe e “ensinando” formas erradas e criminosas de agir e que, além de não resolver o seu problema, irão lhe causar mais dores de cabeça.

Fonte: SOSConsumidor.com.br


16372 pessoas já leram essa notícia  

Perguntas e Respostas relacionadas

Notícias

Ver mais notícias

Perguntas e Respostas

Ver mais perguntas e respostas