Fraudadores utilizam informações públicas para enviar, pelo correio, cobranças por serviços supostamente oferecidos
< Voltar para Dicas Úteis - Cuidado com os Golpes
5341 pessoas já leram essa notícia  

Fraudadores utilizam informações públicas para enviar, pelo correio, cobranças por serviços supostamente oferecidos

Criminosos virtuais utilizam dados obtidos no registro.br para aplicar golpes, alertam especialistas. Os fraudadores fazem uma busca no site que registra e controla os domínios `.br` e obtêm os dados do responsável por qualquer domínio cadastrado, já que as informações são públicas. Em seguida, enviam por meio do correio comunicações falsas para empresas ou pessoas que têm domínios registrados com este sufixo. Os criminosos enviam cobranças por serviços supostamente oferecidos, como se fossem provedores de domínios.

`Tive acesso a um destes boletos falsos, emitido em nome da Central Registration Service (CRS), oferecendo um serviço para registrar e publicar o domínio no banco de dados de negócios da Internet após o pagamento de US$ 966,00. A CRS está sediada nos Estados Unidos, mas o envelope foi postado em Praga`, diz Marcelo Okano, professor de cursos superiores de tecnologia da informação.

Em alguns casos, a cobrança é realizada em altas somas em moeda estrangeira. Em outros, o falso boleto de cobrança está em nome do registro.br, conforme alerta publicado no site do órgão (http://registro.br/anuncios/20060925.html). Para não cair neste tipo de golpe, Okano dá quatro dicas:

1) O boleto emitido pelo registro.br para a cobrança anual de cada domínio deve ser verificado junto aos dados da entidade, que podem ser encontrados no link: http://registro.br/anuncios/20060925.html

2) Certifique-se sempre com o seu provedor de Internet sobre os boletos enviados para a hospedagem.

3) Desconfie de todas as correspondências e e-mails com cobranças sobre o domínio, principalmente, se foram postadas fora do Brasil.

4) Fique atento a todos os tipos de correspondências, pois os fraudadores utilizam-se de todas as formas possíveis para conferir maior veracidade às suas fraudes.

fonte: Módulo Security

5341 pessoas já leram essa notícia  

Notícias

Ver mais notícias

Perguntas e Respostas

Ver mais perguntas e respostas